Conecte-se Conosco

Entretenimento

Com presença de elenco e equipe, curta-metragem “O Seguidor” é exibido no Cine Bijou, em São Paulo

Publicado

em

No último dia 20 de agosto, o elenco e produção do curta-metragem “O Seguidor” se reuniu mais uma vez para a segunda exibição do projeto, em São Paulo. Desta vez, o trabalho apareceu nas telinhas do conhecido Cine Bijou, um dos cinemas tradicionais mais conhecidos da capital paulista. 

Após uma lotação máxima na primeira exibição, que aconteceu no Museu da Imagem e do Som (MIS), desta vez a equipe também recebeu um público especial, convidados e amigos que prestigiaram, alguns pela primeira vez e outros que fizeram questão de conferir mais uma vez o projeto audiovisual. 

Dirigido por Pedro Kalli e Renata Moraes, e com protagonismo dos atores Kelita Carvalho,  Amanda Azevedo (Luiza em “De Volta Aos 15” – NETFLIX), e Lucas Napoleão, “O Seguidor” conta a história da influenciadora digital Sara, interpretada por Kelita, que enfrenta uma batalha interna silenciosa. Apesar de sua carreira de sucesso, ela se vê dominada por uma profunda depressão por um motivo misterioso que aparece apenas quando está diante das câmeras. O curta-metragem traz uma abordagem sensível e impactante sobre os desafios emocionais enfrentados pelos influenciadores digitais e como as redes sociais podem afetar suas vidas.

Para Pedro, exibir o projeto no Cine Bijou foi muito especial e emocionante. “O lugar em si já é muito aconchegante, mas exibir nosso filme num lugar super histórico é uma sensação muito boa. A gente teve muita oportunidade de trocar com os outros criadores. Por ter sido uma mostra, tiveram outros filmes passando também! Foi um domingo de frio, mas que ainda assim consegui juntar algumas pessoas próximas que ainda não tinham visto nosso trabalho”, ele completa.

Desta vez, as atrizes Kelita Carvalho e  Amanda Azevedo foram as que marcaram presença. Lucas Napoleão, que também integra ao elenco, não pôde estar presente, mas manteve as energias positivas para que tudo corresse bem. Amanda também reforça o quão importante foi ter um projeto em um lugar tão histórico. “Achei muito especial exibirmos no Cine Bijou, um lugar icônico de SP que carrega tanta história na cena do cinema. Foi intimista e assim tivemos uma troca muito boa com todos presentes”, ela afirma. 

Kelita também completa: “Realmente foi uma delícia e bastante gratificante. Estar em um lugar icônico, dentro de um cenário artístico potente e com outros filmes, histórias, diretores, etc, foi gratificante! Nem o frio e a chuva de São Paulo foram capazes de desanimar! Muito pelo contrário, saímos animados e gratos por estarmos ali apresentando nosso filme, marcando presença no bate-papo. Foi uma delícia, só coisas boas para dizer”. 

A cada exibição, o resultado positivo continua. “Para mim como realizador está sendo incrível ver o retorno por dois motivos: primeiro pela mensagem que quisemos passar pras pessoas, que inclusive está super sendo bem captada. E segundo que me motiva muito a continuar produzindo, a fazer mais. Contar histórias!”. 

Além de poder conferir o projeto na íntegra e de forma exclusiva – será liberado oficialmente no YouTube apenas em outubro -, o público presente também pôde acompanhar um bate papo mega especial com elenco e equipe de produção, como também acompanhar tudo sobre as outras obras também exibidas.



Entretenimento

Trevisan homenageia Rita Lee com participação de Rita Cadillac

Publicado

em

De

Artista realiza tributo musical à Rainha do Rock brasileiro em seu primeiro ano de falecimento

O cantor e compositor mineiro Roberto Trevisan abraçou o desafio de prestar homenagem a Rita Lee, a Rainha do Rock Brasileiro, cujo legado é permeado por elementos transformadores que alimentaram e moldaram os sonhos (e rebeldia) de toda uma geração. Em sua composição intitulada “Padroeira da Liberdade”, Trevisan ousa expressar sua admiração a Rita Lee, que desafiou a onda moralista e conservadora da época, além de enfrentar com ousadia, veemência e bravura a ditadura e as normas patriarcais do país.

“Padroeira da Liberdade” reverencia a artista por sua contribuição transformadora à música e à sociedade e conta com a participação especial da ex-chacrete Rita Cadillac.

Trevisan, conhecido por suas composições que enaltecem saudosas figuras brasileiras, destaca nesta canção a faceta de Rita Lee como defensora dos animais. Com versos cativantes e um refrão que incita à alegria, o artista une-se a Rita Cadillac para formar uma ode à diva do rock nacional.

A escolha de Rita Cadillac para esta homenagem se deu em função da amizade de longa data entre as duas artistas, que resultou na gravação de ‘Rita canta Rita’ por Cadillac, com músicas selecionadas pela própria Rita Lee. A gravação de “Padroeira da Liberdade” ocorreu nos estúdios de Roosevelt, em New Jersey.

A produção da música ficou a cargo do ex-baixista da banda Bon Jovi, Dan Skye, responsável pelos trabalhos de mixagem, edição e masterização.

Ao unir suas vozes, Trevisan e Rita Cadillac transmitem toda a sua emoção e alegria através da música. Essa união, pontuada com irreverência, traz a homenagem e vibe de uma das principais (e mais queridas) cantoras de rock, revolucionária, imortalizada, cuja imagem icônica, com seus cabelos lisos, franja e tingidos de vermelho, permanece viva na memória coletiva.

O lançamento de “Padroeira da Liberdade” representa uma celebração à vida e à carreira de Rita Lee, bem como uma homenagem à sua trajetória artística e à sua contribuição à música brasileira.

Sobre Roberto Trevisan

Roberto Trevisan é um renomado cantor, compositor e produtor musical brasileiro que já participou de diversos festivais de música no Brasil e no exterior, lançando seu primeiro álbum, “De volta”, em 2002. Desde então, lançou mais cinco discos, sendo o mais recente, “Resgatando sonhos”, de 2022.

Acompanhe seu trabalho em https://www.instagram.com/robertotrevisanoficial?igsh=NmNuN2o4ZjlucW42

Continue lendo

Entretenimento

“Mamãe é Grátis”: Magic City lança promoção para o mês de maio

Publicado

em

De

Maio é um mês repleto de amor e celebração, especialmente pela celebração do Dia das Mães. Para tornar a data ainda mais especial, o Magic City, complexo de lazer localizado em Suzano, na Grande São Paulo, preparou a promoção: “Mamãe é Grátis no Magic!”.

A direção do complexo de lazer, que conta com o quarto parque aquático mais visitado do Brasil, traz os detalhes da oferta: cada mamãe terá acesso gratuito ao parque, desde que esteja acompanhada por uma qualquer pessoa pagante.

A mãe não precisa ir ao parque acompanhada do filho (a), mas deve apresentar algum documento que comprove a maternidade, como certidão de nascimento ou RG do filho (a), original ou cópia.

Cada pagante tem direito a liberar apenas um acesso gratuito. A promoção não se aplica a ingressos “Baby” nem a outras promoções ou cupons. Todas as condições podem ser consultadas no site do complexo de lazer.

A promoção especial vale somente durante o mês de maio de 2024, nos dias em que o parque estiver aberto ao público. Interessados em participar devem adquirir o ingresso do acompanhante com a sinalização da oferta até o dia 28 de abril de 2024, pelo site Magic City (loja.magiccity.com.br). A oferta é limitada, com apenas 500 ingressos gratuitos disponibilizados para as mães por dia.

Sobre o Magic

O Magic City é um destino de lazer completo, projetado para toda a família. Com uma variedade de atrações para todas as idades, o parque oferece piscinas de ondas, rio lento, toboáguas e até mesmo piscinas cobertas e aquecidas, alcançando temperaturas de até 40ºC. Além disso, o complexo conta com opções de hospedagem, lanchonetes e restaurantes, garantindo uma experiência única para os visitantes.

Serviço

Site: http://www.magiccity.com.br

Informações:

Parque – (11) 4746-5803

Pousadas – (11) 4746-5805

Continue lendo

Beleza

1º FESTIVAL DE CINEMA DE XERÉM ANUNCIA OS FILMES SELECIONADOS.

Publicado

em

De

27 curtas-metragens de sete estados brasileiros concorrem ao Troféu Zeca Pagodinho

Evento acontece   08 a 11 de maio | Gratuito .

O Festival de Cinema de Xerém anuncia os selecionados de sua primeira edição, que acontece de 08 a 11 de maio, no Centro de Convenções John Wesley, em Xerém, Duque de Caxias (RJ). Ao todo, foram escolhidos 27 curtas-metragens de sete estados brasileiros (RJ, PR, SP, DF, BA, PE, ES), sendo 12 filmes dirigidos por mulheres.

 

As mostras competitivas Cinema Leva Eu, Fluminense e Baixada de Curtas, Nacional de Curtas, e Mostra Especial da Crítica, irão premiar com o Troféu Zeca Pagodinho as seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Montagem, Melhor Atriz, Melhor Ator. Os filmes selecionados para as mostras concorrerão também na categoria Júri Popular e ao Prêmio Edna Fujii, este último dará ao vencedor um prêmio de  R$10 mil em locação de equipamentos.

 

Na Mostra Cinema Leva Eu foram selecionados 10 curtas produzidos por alunos formados pela Escola Brasileira de Audiovisual (EBAV). São eles: 9 Horas em Deodoro, de Dorgo DJ, Carnaval Caos, de João Pedroza, Dandara, de Felipe Coelho, Fnm – A Vila de Operários, de Maria Carolina Gomes, Na Risca, de Mozá, Ninguém Via, de Gabriel Leal , Odisseia Fluminense, de Mateus Carvalho, Pé de Cabra, de Bruno Santiago, Quem Faz o Rio, de Victória Dias, Uma Questão de Ética, de Marcelo Ribeiro

 

A Mostra Fluminense e Baixada de Curtas traz quatro títulos que exploram temáticas sociais, pessoais e cômicas feitas por realizadores da Baixada Fluminense. Os selecionados são Caxiense F.C., de Marcos Faria, Elas Por Elas, de Renata Silva, Minha Vida É Uma Série, de Taisa Alves Santos, e Pássaro Memória, de Leonardo Martinelli

 

Cinco filmes que abordam temas variados, como questões sociais, suspense e amizade foram selecionados na Mostra Nacional de Curtas. São eles:  Emerenciana, de Larissa Nepomuceno(PR), Firmina, de Izah Neiva (SP), Ligação Anônima, de Thiago Mendes (SP), a animação Quintal, de Mariana Netto (BA), e Lubrina, de Vinícius Fernandes Gonçalves, Leonardo Vaz Dias Hecht (DF).

 

Já a Mostra Especial da Crítica apresenta uma coleção de oito obras, enfocando uma variedade de temas sociais, culturais como Água Viva, de Gabriela Araujo, Deivison Bruno (RJ), Cartas Para Nossas Netas, de Julia Flor Duarte (RJ), Chamado, de Tulio Beat (PE), Como Matar Uma Boneca, de Alek Lean (RJ), Divina, de Flaviane Damasceno (RJ),  Emaranhadas, de Lara Sartório Gonçalves, Mariana Souza Costa (ES),  Rei Davi, de Misa Gonçalo (RJ), e Vermelho-oliva, de Nina Tedesco (RJ)

O festival contará também com uma programação diversificada, incluindo exibições de filmes dos homenageados desta edição, a atriz Regina Casé e o cineasta Hsu Chien, além de uma oficina, masterclasses e encontros com realizadores. Estas ações contribuem para o desenvolvimento e fortalecimento do cenário audiovisual brasileiro, sobretudo para a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

 

Com a direção geral de Sérgio Assis, direção executiva de Emerson Rodrigues e direção de programação de Monica Trigo, o festival é uma realização da EBAV (Escola Brasileira de Audiovisual) em parceria com o Instituto Zeca Pagodinho. Apoio da Naymovie, Rádio Serra Verde 98,7 FM e Telecine. Apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Duque de Caxias.

 

Serviço:

 

1º Festival de Cinema de Xerém

De 08 a 11 de maio

Local: Centro de Convenções John Wesley – Av. Venância, 17 – Xerém, Duque de Caxias – RJ| Gratuito

www.festivaldexerem.com.br

 

Continue lendo
Propaganda

Destaque