Conecte-se Conosco

Negócios

Encontro conecta Brasil e Moçambique

Publicado

em

Édem Davanzzo representa o país na Edição da Conferência Anual do Sector Privado (CASP)

Apresentador do Programa Papo em Família, tornou-se referência nacional quando o assunto é empreendedorismo familiar. Édem Davanzzo lidera o movimento O Poder da Família, é o maior empreendedor familiar do país, e já impactou mais de 30 milhões de vidas. Devido a sua influência, o brasileiro foi convidado pela Embaixada Brasileira para representar o Brasil na Edição da Conferência Anual do Sector Privado (CASP), em Moçambique. O evento, que aconteceu nos dias 15 a 17 de maio, teve a participação do Ministério da Indústria e Comércio (MIC) e a Confederação das Associações Econômicas de Moçambique (CTA).

O evento refletiu sobre os progressos e desafios do Pacote de Medidas de Aceleração Econômica e debateu sobre como melhorar as condições do Ambiente de Negócios, para tornar o país mais competitivo. Segundo dados do Ministério da Economia do Brasil, o comércio entre os dois países tem sido considerável. Ainda conforme os dados oficiais mais recentes, até 2020 os investimentos brasileiros em Moçambique somavam US$ 9,5 bilhões (R$ 47,3 bilhões).

Édem, além de representar o empresariado brasileiro também foi um dos palestrantes que compôs o painel, juntamente com autoridades locais, dentre elas o excelentíssimo Embaixador Ademar Seabra. O tema escolhido por ele foi: “Investimentos e Negócios em Ambiente das Medidas de Aceleração Econômica: Desafios e Oportunidades”.

“Que privilégio estar aqui em Moçambique, sendo tão calorosamente recebido pelo nosso embaixador Ademar Seabra, que gentilmente me hospeda na Casa Oficial. Esta visita é um marco para mim, pois representa o compromisso que tenho em conectar nações de forma colaborativa. Não apenas como uma voz na televisão africana, mas como um cidadão dedicado a fortalecer o crescimento econômico de nossos países por meio de conexões e parcerias estratégicas. Que esses dias sejam repletos de oportunidades e conexões significativas, que nos impulsione a trabalhar juntos em prol de um futuro próspero e harmonioso para ambos os países. Que Deus nos abençoe nessa jornada de colaboração e crescimento mútuo”, comenta Édem.

A visita a Moçambique renderá ainda uma série de episódios inéditos do programa Papo em Família (@papoemfamilia.oficial). Com o objetivo de fomentar o empreendedorismo e a visão positiva de investimentos brasileiros em Moçambique.

Sobre Édem Davanzzo:

É empresário bem-sucedido no setor de comunicação, eventos e educação corporativa, fundador da agência Sense_AND e sócio da SME – The New Education.

O Top mind nexialista é perito em solucionar problemas de grandes marcas e empresários, além de ensinar as famílias a usarem técnicas de gestão empresarial no próprio lar para estimular os pais a empreender na família.

Anjo e Astro investidor | Co-fundador do maior movimento de empreendedorismo familiar do Brasil | Apresentador do talk familiar de maior sucesso na TV africana, Papo em Família.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Negócios

O Potencial de Alcance do Instagram e os Ganhos de Anitta com Publicidades

Publicado

em

De

O Instagram, lançado em 2010, tornou-se uma das plataformas de redes sociais mais influentes, com mais de 1 bilhão de usuários ativos mensais. É uma ferramenta poderosa para marcas devido à sua capacidade de segmentação, permitindo campanhas publicitárias eficazes. A natureza visual da plataforma facilita o engajamento através de imagens e vídeos de alta qualidade.

 

A necessidade de engajar

 

Apesar dos altos números alcançados por grandes influenciadores como a Anitta, ainda assim é visto a necessidade de ter números cada vez maiores, grandes influenciadores buscam recorrer aos famosos paineis smm, são consideradas plataformas smm seguidores que auxiliam os artistas no crescimento organico de seus números, o painel smm mais barato, e considerado por muitos o painel smm fornecedor é a machinesmm, com seguidores brasileiros reais, curtidas instagram, além de diversos outros serviços para o aumento do engajamento.

 

Além do uso interno de influenciadores, muitos acabam utilizando dessa ferramenta de painel revenda seguidores para fazer uma renda extra, utilizando a machinesmm como ferramenta de smm barato para conseguir adquirir esses engajamentos por um baixo preço, e lucrar com a revenda.

 

Os Ganhos de Anitta com Publicidades

 

Anitta, com mais de 60 milhões de seguidores no Instagram, exemplifica o potencial de monetização da plataforma. Ela pode ganhar entre US$ 50.000 e US$ 100.000 por postagem patrocinada, graças à sua grande influência e engajamento. Suas parcerias com grandes marcas, como Coca-Cola e Samsung, mostram como o alcance orgânico e o conteúdo de alta qualidade podem resultar em campanhas publicitárias bem-sucedidas e lucrativas.

Continue lendo

Negócios

Especialista em redes sociais e executiva Camila Silveira vai palestrar sobre como se tornar milionário no digital

Publicado

em

De

A empreendedora marca presença no treinamento “PMVC 2024: O Melhor Evento de Merecimento do Brasil”, que acontece em Guarulhos de 24 a 26 de maio

A executiva, apresentadora e especialista em redes sociais Camila Silveira apresentará a palestra “Como Empreendedores Tradicionais Podem Ser Empresários Milionários no Digital” no Treinamento PMVC (Potencializando a Mulher em Você). O evento, que está no terceiro ano consecutivo, acontece no Hotel Mônaco Guarulhos, em Guarulhos, de 24 a 26 de maio, e é considerado o melhor treinamento de merecimento do Brasil, focado em ajudar mulheres a destravarem sua mentalidade e comportamentos para alcançar o sucesso pessoal e empresarial.

Camila Silveira compartilhará insights valiosos e estratégias comprovadas para transformar negócios tradicionais em sucessos digitais. O treinamento é ministrado pela mentora e treinadora Priscila Guskuma, fundadora do PMVC, que está à frente deste projeto inspirador. Priscila é reconhecida por seu trabalho dedicado ao empoderamento feminino, ajudando mulheres a superar medos e bloqueios para criar a vida ideal.

O tema central da iniciativa é “Merecimento – A Base para o Sucesso na vida e nos negócios”

Destaques do Treinamento PMVC 2024:

Neurociência e Física Quântica para o Sucesso: Aplicações práticas dessas ciências para transformar sua mentalidade e potencializar seus resultados

Constelação Sistêmica: Ferramentas poderosas para compreender e resolver questões profundas que influenciam sua vida e negócios.

Liderança: Desenvolva habilidades essenciais para liderar com confiança e eficácia em qualquer ambiente.

Posicionamento nas Redes Sociais: Estratégias para destacar-se no mundo digital e construir uma presença autêntica e influente.

Vendas: Técnicas avançadas para impulsionar seus resultados de vendas e conquistar novos mercados.

Inscrições:

As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. Para garantir sua participação, visite o site oficial do evento https://pmvc.priscilaguskuma.com.br/ ou entre contato direto com a equipe para garantir uma condição especial: 11 94716-5062
Não perca esta oportunidade de participar do melhor treinamento de merecimento do Brasil. Prepare-se para transformar sua mentalidade, potencializar seus comportamentos e alcançar o sucesso que você merece!

Sobre o PMVC:

O PMVC (Potencializando a Mulher em Você) é uma iniciativa dedicada a empoderar mulheres através de treinamentos e mentorias, ajudando-as a superar medos e bloqueios que impedem o alcance dos resultados desejados. Desde sua criação, o PMVC tem impactado positivamente centenas de vidas, promovendo o desenvolvimento pessoal e empresarial de suas participantes.

Priscila Guskuma I Treinamentos – Palestras Workshop – Coaching
https://www.priscilaguskuma.com.br I E-mail: contato@priscilaguskuma.com.br
11 94716-5062

Continue lendo

negocios

A tragédia já foi. E agora?

Publicado

em

De

Janguiê Diniz – Fundador e presidente do Conselho de Administração do grupo Ser Educacional – Presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior. A tragédia não aconteceu sem ter sido prevista: relatórios já indicavam a intensificação de eventos climáticos. Foram ignorados. Agora, resta saber: o que será feito daqui pra frente?

Não se trata de apontar culpados, mas de assumir responsabilidades. Neste ponto, todas as esferas do poder público têm responsabilidade solidária. Governos federal, estadual e municipal parecem não ter agido da melhor forma para preparar a região para o que poderia acontecer. Um relatório de 2015, encomendado pelo governo federal, foi considerado “alarmista” por alertar para os eventos que poderiam acontecer; engavetado, acabou perdido. Nada foi feito. Já a gestão do estado, que tem frequentemente enfrentado problemas climáticos, pouco investiu em infraestrutura preventiva. Prefeituras tampouco agiram, embora estas tenham orçamento e possibilidades bem menores de engendrar bons planos de contenção de riscos.

A situação do Rio Grande do Sul reflete um grande mal do Brasil como um todo: trabalhamos de forma reativa, não proativa. Sempre se espera acontecer uma grande catástrofe ou algo chocante para se tomar uma atitude, quando a prevenção é sempre mais barata e proveitosa. Isso se aplica a eventos climáticos, ao crime, à política e à gestão das cidades como um todo. E não é uma catástrofe inédita. Em 1941, o estado foi atingido também por fortes chuvas que causaram mortes e destruição. Matéria do jornal A Época alarmava: “As inundações assumiram proporções verdadeiramente avassaladoras”. A história se repete.

Penso que o trabalho preventivo, por vezes “invisível”, dá menos retorno de imagem do que a ações de reconstrução – estas podem pintar o gestor como um “salvador”. Na conta do marketing político, prevalece a opção mais obscura. E, no meio desse jogo, quem mais sofre é a população, particularmente as camadas de mais baixa renda. São os morros que desabam, as favelas que pegam fogo, as ruas não calçadas que alagam. Reiteradamente vemos esses casos, e pouca ou nenhuma solução é dada.

Já passou da hora de gestores públicos tomarem consciência de que passamos por um período de grandes mudanças climáticas (em boa parte, causadas pela ação humana) e que, com elas, é preciso estar preparado. A chuva virá, os ventos soprarão, mas, se as cidades não tiverem estrutura para suportar, a contagem de mortos apenas aumentará e os prejuízos serão enormes. A pergunta é clichê, mas permanece válida: quantas vidas mais precisarão se perder para que se tome atitude?

Continue lendo
Propaganda

Destaque